domingo, 30 de Novembro de 2008

Arrefecimento Global começou em 2008?

O Expresso teve uma tirada muito oportuna, com a Revista deste fim de semana dedicada ao Arrefecimento Global. Talvez a sequência de artigos mais arrojada contra a corrente do Aquecimento Global, nos media portugueses, nos últimos anos! Considerando o tempo que leva a produzi-la, não se pode dizer que tenha sido pensada para coincidir com o mau tempo deste fim de semana. Que é o horror para os alarmistas! Mesmo assim, o Virgilio Azevedo é cauteloso:

"É uma provocação em tempo de aquecimento global e de degelo no Árctico, mas em 2008 a neve estragou as festas do ano novo chinês em Fevereiro e cobriu Londres em Outubro , o Verão fresco invadiu Portugal e o Sul da Europa."

"Afinal, o planeta Terra está a aquecer ou arrefecer? A pergunta parece disparatada quando a maioria dos estudos científicos aponta para o degelo do Árctico, para o aquecimento global e para as causas antropogénicas - o dióxido de carbono proveniente das actividades humanas - como explicação para esse aquecimento."

http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/469310

quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Rajadas Eólicas

A Energy Tribune publicou um artigo demolidor sobre a energia eólica. Com um enfoque especial na situação do Reino Unido, o artigo enumera as verdades inconvenientes deste tipo de energia, muitas das quais aqui já referidas. O enfoque está claro nos altos custos de construção e manutenção, fiabilidade extremamente volátil e um apetite voraz pelos subsídios dos contribuintes.

Em princípio, o Reino Unido tem só vantagens. É o país da Europa com mais vento. Tem uma das maiores costas, e por isso até pode produzir off-shore. Tem uma rede de transmissão estabelecida há muito. Resumindo, se não tiver sucesso aí, dificilmente terá noutros locais...

Mas tudo isto tem muitos inconvenientes. O pagamento de subsídios ultrapassou no último ano fiscal 1 bilião de dólares, que subirão até 6 biliões em 2020. No último ano, o preço do gás e da electricidade subiram 29.7%! E isto com uma produção de apenas 1.3%.

Mas há pior. Na publicação Energy Policy, os peritos Jim Oswald et al., concluíram que a energia eólica não dispensa, naquele país, as centrais a gás natural. Obviamente, o factor de carga é determinante, com os parques eólicos do Reino Unido a atingirem em 2006 apenas 27.4% do seu potencial. As piores apenas atingiram 7%! O Retorno de Investimento é por isso um desastre, mas tal é obscurecido pelo elevado nível de subsídios. Por isso paga-se a energia e os subsídios.

Curiosamente, os problemas envolvendo a indisponibilidade do vento colocam problemas muito maiores que os pensados até hoje. Para isso, são precisos mecanismos de backup. Mas como essas centrais de backup terão menor produção, então o investimento far-se-á em centrais de custo baixo de investimento ($/kW). Essas centrais serão menos eficientes que as actuais, as quais serão menos resilientes e acabarão por emitir mais gases de efeito de estufa. O ligar/desligar destes equipamentos criará também dificuldades em toda a infra-estrutura, quer de transporte de gás, quer do próprio material das centrais. Assim, mais terão que ser construídas, para funcionarem como backup das de backup...

Um desastre!!!

www.energytribune.com/articles.cfm?aid=1029

quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Inversamente proporcional

Os gases com efeito de estufa atingiram valores record em 2007, segundo o último relatório distribuído pela Organização Mundial Meteorológica. O relatório menciona ainda que os gases supostamente responsáveis pelo buraco de ozono tem estado a diminuir lentamente.

Mas se os gases com efeito de estufa estão a aumentar, também deviam estar a subir as temperaturas. E não estão! E se os CFCs estão a diminuir, porque tem o buraco de ozono atingido dimensões históricas nos últimos anos? Porque é que a evolução é inversamente proporcional???

www.wmo.int/pages/prog/arep/gaw/ghg/documents/ghg-bulletin-4-final-english.pdf

terça-feira, 25 de Novembro de 2008

Temperaturas deslocadas

Primeiro, sairam as temperaturas médias do mês de Outubro, a nível global. Aí, é claramente visível que Portugal é uma das zonas do planeta onde claramente a temperatura é inferior à normal.

Depois, a Agência Estatal de Meteorologia, de Espanha, gerou o gráfico para Espanha, verificando-se junto à fronteira superfícies de valores normais, e sobretudo na zona da fronteira centro e norte, valores claramente inferiores ao normal. Foram batidos vários recordes históricos de temperaturas mínimas do mês...

Muito tempo depois saiu o gráfico português. Surpresa das surpresas, Portugal registou valores normais, com excepção de duas pequenas faixas. As discrepâncias são tantas, que algo está mal. As fronteiras com Espanha devem ter uma barreira térmica, e devemos já estar noutro planeta, qual jangada de pedra!



www.aemet.es/documentos/es/elclima/datos_climat/resumenes_climat/mensuales/2008/res_mens_clim_2008_10.pdf
www.meteo.pt/pt/oclima/acompanhamento/index.jsp?selTipo=m&selVar=tt&selAno=-1

segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

Ladrões com preocupações ambientais

Depois de ontem termos falado aqui de painéis solares no cemitério, confesso que pensei logo nos ladrões de cemitérios. Não é que se descobre que eles realmente andam de olho neles. E onde andam mais activos? Na Califórnia, claro!

Os caríssimos painéis são uma tentação interessante. E aposto que os ladrões não querem baixar a sua pegada de carbono. Os donos, esses, coitados, são enganados duas vezes! A ideia de que os vendedores da tecnologia estão envolvidos, e a quererem ganhar múltiplas vezes, é constatada por alguns roubos mais profissionais. E agora ainda conseguem vender tecnologia de videovigilância, a qual acaba também por consumir parte da energia, e assim justificar menos o investimento.

Ai, se eles descobrem onde fica a Amareleja...

www.nytimes.com/2008/09/24/technology/24solar.html?_r=1

domingo, 23 de Novembro de 2008

Desenvolvimento insustentável

Ele há formas de desenvolvimento insustentável que não lembram nem ao Diabo. Neste caso, em Santa Coloma de Gramenet, perto de Barcelona, os mortos devem estar a dar voltas no túmulo. Foram instalar-lhes paineis solares em cima, com o objectivo de poupar 62 toneladas de emissões de CO2 por ano e produzir energia para cerca de 145 famílias! Esta pequeníssima poupança teve um custo de 720.000 euros, pelo que cada tonelada do primeiro ano custa apenas 10.000 euros, ou cerca de 5000 euros por família.

Esta notícia lembra-me uma queixa que me chegou de um leitor atento. Segundo as suas palavras, passou um ano a tirar um curso de Energias Renováveis (seis meses de curso mais seis meses à espera do diploma), com um ordenado potencial prometido de 1500 euros/mês. Passado o curso, ganha menos de metade, e limita-se a instalar paineis contra aquilo que apreendeu, mas da forma que o patrão manda. As aberrações relatadas são as expectáveis.

Não sei se se lembram, mas há umas décadas apareceram por aí uns mamarrachos nos telhados. Tinha um vizinho que tinha um. Ainda lá está a apodrecer...

www.elpais.com/articulo/cataluna/Santa/Coloma/instala/placas/solares/cementerio/elpepuespcat/20081120elpcat_1/Tes

sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

Chacina de baleias narval

Ele há situações que merecem a nossa compaixão. Baleias narval estão a ser chacinadas no árctico canadiano, porque ficaram presas no gelo. Pasme-se: este episódio está a acontecer porque os narvais foram cercados pelo gelo. Mas donde virá tanto gelo? Será do aquecimento global???

www.reuters.com/article/environmentNews/idUSTRE4AK7HL20081121

quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

As desvantagens ecológicas do afundanço da Economia Global

Tenho visto alguns artigos a enumerar as vantagens ecológicas da crise económica global. Para esses, o regresso à Idade Média representaria menos emissões, e outras coisas que tal. Mas, infelizmente, a crise financeira está a ter um impacto contrário ao que imaginam. Os construtores americanos, aflitos, já esqueceram os carros eléctricos. Veículos pouco eficientes não serão substituídos. O preço do petróleo está de regresso a valores normais. E por isso andam perturbados, desorientados. E só conseguem ansear por Obama...

www.reuters.com/article/environmentNews/idUSTRE4AH1QZ20081118
www.environmentalhealthnews.org/ehs/news/future-hazy-for-cleaner-school-buses

sábado, 15 de Novembro de 2008

Urso Polar em perigo

Ele há ideias mesmo estúpidas! E os ursos polares estão novamente no centro das atenções... A empresa sueca ADDI está preocupada com os ursos polares, porque, coitadinhos, estão a ser afectados pelo Aquecimento Global. Daí, propõe um colete salva-vidas para esses coitados, porque chegam a nadar até 10.000Km.

No meio de tanta estupidez, não será que eles pensaram como é que o urso polar vai poder mergulhar para caçar umas focas? Ou como é que ele se vai camuflar no meio da neve com uma protecção laranja? E como os iriam vestir, em primeiro lugar???

www.addi.se/Eng/concepts/animal.php

Ilusões presentes

Os alarmistas costumam atordoar o Mundo com visões bombásticas, autênticas profecias de Nostradamus. O novo governo australiano, com vários fanáticos do aquecimento global, com o primeiro ministro Kevin Rudd à cabeça, sustenta que o Aquecimento Global destruirá a Grande Barreira de Coral, símbolo lá do sítio. Ora, foi na verdade o Aquecimento Global dos últimos milénios que até tornou possível esta barreira de coral, como evidencia LeBlanc Smith, no estudo referenciado abaixo. Mas o mais interessante do documento é um gráfico que concentra as evoluções históricas de vários parâmetros num único gráfico. Uma vista obrigatória para quem pensa que as minúsculas variações a que assistimos hoje, tem alguma dimensão histórica.

http://carbon-sense.com/wp-content/uploads/2008/09/dispelling-delusions.pdf

Verdades inconvenientes da Energia Eólica

Começam a consolidar-se na Internet as verdades inconvenientes da Energia Eólica. Algumas tão significativas que fazem corar qualquer defensor das mesmas. O site aweo.org não engana ninguém, ao opôr-se à energia eólica. Mas o mais significativo vem da leitura dos conteúdos, que impressionam pela exposição da fraude a que estamos a ser sujeitos! Mas enquanto conhecia os argumentos técnicos, não estava tão consciente do impacto ambiental causado pela implementação dos parques eólicos. Para os mais susceptíveis ambientalmente, não vejam as imagens do segundo link!

www.aweo.org/ProblemWithWind.html
www.users.globalnet.co.uk/~hills/cc/gallery/index.htm

quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

Comunicações Verdes

Um leitor atento apontou-me na direcção do Congresso das Comunicações, organizado pela APDC (Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações), e que por estes dias corre em Lisboa. Num congresso deste tipo imaginava que se falassem de aspectos importantes da tecnologia, mas não! O programa tem umas pérolas interessantíssimas:

-A que ritmo está a ocorrer o aquecimento global? Como se poderá reverter a situação? Em que horizonte? Para onde caminhamos?
-Qual o contributo directo das TIC para a produção de emissões e que papel têm na sua redução? Que oportunidades de negócio se abrem para o sector e em que áreas?
-Da observação do actual "estado da arte", passa-se à avaliação das possíveis aplicações futuras das TIC nas alterações climáticas.
-A actualização tecnológica das redes, seja eléctrica, seja das comunicações electrónicas, é condição essencial para concretizar o potencial das TIC no combate às alterações climáticas.
-Das alterações climáticas para as novas formas de interacção Web-enabled e para os novos negócios.
-Como conciliar largura de banda com nomadismo e sustentabilidade?

Um exemplo de completo oportunismo do tema. Nunca vi tamanha promiscuidade de temas! Quem será que assiste a um congresso destes???

www.apdc.pt

terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Manipulação de Temperaturas

As temperaturas do GISS apresentaram o Outubro último como o Outubro mais quente de sempre. O pobre do Hansen lá achou que era normal. Mas se é o Hansen que diz, toda a gente acredita. Excepto alguns que acharam que algo estava mal. Ainda por cima, as temperaturas do UAH e RSS (esta última referida aqui no blog Domingo passado) haviam demonstrado praticamente os mesmos valores de Setembro.

A verdade é que gente simples descobriu o gato. O GISS utilizou grande parte das temperaturas de Setembro da Rússia, como temperaturas de Outubro. Era a ver se passava. Mas há gente competente, para além do Hansen da NASA. Isto vai dar muito que falar, mas o amiguinho do amiguinho do Obama vai continuar a fazer das suas...

www.climateaudit.org/?p=4318

segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Mudança da hora e poupança de energia

A mudança da hora tem essencialmente um objectivo: poupança de energia. Todavia, são cada vez mais os relatos da ineficiência da medida. Um estudo recente de consumo de electricidade nos lares, no estado de Indiana, nos EUA, demonstra que a medida é mesmo ineficiente, e cria um consumo adicional de 1% em termos globais, mas que chega a ser de 4% em termos sazonais. Nisto, como noutros assuntos, está na hora de romper com as ideias fixas!

http://freakonomics.blogs.nytimes.com/2008/11/07/more-ammunition-for-people-who-hate-daylight-saving-time/

domingo, 9 de Novembro de 2008

O triste Rajendra Pachauri

O frio continua a grassar por aí. As medidas de temperaturas RSS continuam a evidenciar valores claramente abaixo dos últimos anos. Ao mesmo tempo, os níveis de CO2 continuam a subir, e registaram o mês passado, nos registos de Mauna Loa, a subida mais signficativa de sempre! Em que ficamos? O nível de CO2 a subir e as temperaturas globais a descer de forma clara nos últimos dois anos?

Enquanto isso, os arautos da desgraça, continuam a endrominar os crentes. Rajendra Pachauri, presidente do IPCC continua a dizer que as temperaturas continuam a subir de forma acentuada nesta década. Em que planeta vive este senhor? Ou será que ele não distingue os gráficos???

www.smh.com.au/news/opinion/michael-duffy/truly-inconvenient-truths-about-climate-change-being-ignored/2008/11/07/1225561134617.html?page=fullpage

sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

Vem aí o frio!

Estão preparados e agasalhados? Nos próximos dias, o gelo do Ártico vai superar os valores dos últimos seis anos. Até o gráfico, que é habitualmente utilizado pelos alarmistas, para espalhar o pânico, vai ter que ser substituído. E daqui a pouco tempo terão que arranjar nova versão! Os relatos do arrefecimento global são de bater o dente, e morre muita mais gente de frio que do suposto aquecimento, que era suposto vir aí. Será que isto vai ser notícia?

http://diario.iol.pt/internacional/neve-tibete-tempestade/1008016-4073.html

Quente, quente, quente!

Tudo e todos falam da eleição de Barack Obama. Todos querem que ele incentive o combate ao Aquecimento Global. Os alarmistas andam radiantes; o Al sonha com o cargo de evangelista-mor. Mas, ou eu me engano, ou andam todos enganados. A primeira conferência do Obama, ainda por cima na área económica, não teve nem sequer uma palvrazinha sobre o tema!
Porque será? Será que ele já foi informado como deve ser? Vem aí tempos quentes e difíceis (não quentes e boas)... para os alarmistas...

http://traceyricksfoster.wordpress.com/2008/11/07/president-elect-barack-obama-holds-his-first-press-conference/

segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Biocombustíveis na falência

Nestes tempos de crise, mais uma falência não parece grande notícia. Se fôr o segundo maior produtor de etanol nos EUA, então já parece ter maior dimensão. A VeraSun, formada em 2001, tem 16 unidades de produção em oito estados americanos e uma capacidade anual de produção de 1.64 biliões de galões de etanol.

Mas o que realmente impressiona é como a VeraSun foi à falência. Andou na especulação do preço do milho e apostou num preço substancialmente superior a 8 dólares o alqueire. Agora com o preço abaixo dos 4 dólares, e com uma dívida de quase 2 biliões de dólares, está na bancarrota!

www.latimes.com/business/la-fi-verasun1-2008nov01,0,152878.story

sábado, 1 de Novembro de 2008

Aznar, Vaclav Klaus, e o Aquecimento Global

A notícia já tem uns dias, mas o impacto aqui ao lado em Espanha, das declarações do antigo primeiro ministro José María Aznar, no lançamento do livro "Planeta azul (no verde)", de Vaclav Klaus, tem sido bombásticas! Por cá nada se ouviu, mas para ele, as alterações climáticas são uma teoria "cientificamente questionável", que se transformaram numa nova religião, com os seus seguidores a serem etiquetados como "inimigos da liberdade". Vaclav Klaus, por seu lado, referiu-se a Al Gore como um "manipulador", que enganou a população mundial com o seu filme "A Verdade Inconveniente".

Os ecologistas da treta estão em polvorosa. Não sei se com as declarações de Aznar, se com o pesadelo que será para eles a liderança da República Checa, da Presidência do Conselho da União Europeia, já em Janeiro!

www.elmundo.es/elmundo/2008/10/22/espana/1224678284.html
http://documentos.fundacionfaes.info/en/documentos/ultimos/show/00786

Gasóleo melhor do que híbridos

O jornal Expresso, na sua edição de hoje, tem esta notícia na capa. Para o jornalista é um resultado inesperado e uma autêntica surpresa. Ainda bem que eles começam a acordar... Mais vale tarde do que nunca...

A notícia é baseada num estudo do Departamento de Transportes, Energia e Ambiente do IST. Tiago Farias, o coordenador do departamento resume: "O conceito de híbrido é excelente.. mas temos de reconhecer que o resultado prático actual não é brilhante". Os carros a diesel consomem muito menos energia que os híbridos, com os carros a gasolina praticamente ao mesmo nível dos híbridos. Para não variar, Francisco Ferreira da Quercus, tem dúvidas em relação a estas conclusões, argumentando que "as estimativas mais conhecidas quanto ao consumo de combustível dizem que os híbridos têm uma vantagem de 20% em relação aos carros a gasolina e andam a par nos carros a diesel".

O problema do estudo do IST, que é um estudo teórico, do Francisco Ferreira e de todos os outros, com relevância para os fabricantes dos híbridos, é não haver testes práticos e reais. Os poucos que são conhecidos, e já aqui relatados no passado, dão resultados ainda mais surpreendentes! Ou então vejam o Top Gear:

http://clix.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/441645
www.youtube.com/watch?v=4YwxXBCeSh4