terça-feira, 30 de Dezembro de 2008

Gelo a acumular na Gronelândia

Sou um grande fã da Gronelândia, e há meses que o blog não se lhe referia. O IPCC, o Al e todos os alarmistas costumam referir-se ao perigo da Gronelândia derreter. Esquecem um artigo célebre da Science, de finais de 2005, que se referia a uma subida de 6.4 ± 0.2 cm/ano no vasto interior, acima dos 1500 metros. Abaixo dos 1500 metros, verificou-se uma descida de –2.0 ± 0.9 cm/ano, com uma média global de subida de 5.4 ± 0.2 cm/ano, cerca de 60 cm em 11 anos. Os alarmistas argumentam que as medidas, efectuadas através dos satélites ERS-1 e ERS-2, não são precisas...

Referências no terreno dão contudo uma visão reforçada a essa subida. Baseadas nas observações do que aconteceu às estações de radares DYE-2 e DYE-3, abandonadas no meio da Gronelândia, depois da Guerra Fria, não há dúvidas que a subida é significativa! Ela consistiu de vários metros nas últimas dezenas de anos, e mais cedo ou mais tarde serão engolidas pelo gelo!


www.sciencemag.org/cgi/content/abstract/310/5750/1013
http://icecap.us/images/uploads/Ice_Core_Sites_In_Greenland_Show_Snow_Levels_Rising.pdf
www.lswilson.ca/dye2pics.htm
www.lswilson.ca/dye3pics.htm

segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008

Amor Verde

Um leitor chamou-nos a atenção para uma notícia espantosa da Greenpeace do México. Um guia da Greenpeace para um sexo mais amigo do ambiente! Como conseguir?

Há algumas evidentes, como não acender as luzes. De preferência, durante o dia. Não interessa que se falte ao emprego: sempre se polui menos. Já agora, evitem-se os afrodisíacos transgénicos. Ostras e marisco também não, porque estão a esgotar-se. E porque não reciclar coisas, para colocar os preservativos? Entretanto, a língua é um bom lubrificante, porque os produtos à base de petróleo poluem muito mais! A cama, essa deve ser sustentável, mas não é o que estão a pensar, porque deve ser feita de madeira... No final, tomar banho juntos é o que está a dar, porque assim poupa-se água? E se têm uns gostos mais estranhos, como o spanking, devem utilizar madeira sustentável e de preferência certificada ecologicamente!

Estes depravados não tem mais em que pensar! E até são pobres de espírito... Eu gosto de uma boa lareira, que emite CO2 com fartura. No Verão, o ar condicionado, e no Inverno calor, mesmo sem lareira, são recomendáveis, mesmo que o consumo de energia dispare! No carro, também é bom, mesmo que o motor tenha que estar a funcionar, para aquecer. Depois, também conheço quem goste mais de quantidade do que qualidade. Mas também conheço um ecologista, à la mexicana: Esse gosta é de ménage a trois; esse é que poupa!

Alguém nos livra desta gente?

www.greenpeace.org/mexico/news/c-mo-enverdecer-tu-vida-sexu

domingo, 28 de Dezembro de 2008

Patinagem natural

A Holanda é um dos países onde a tradição de patinar ao ar livre mais tem sofrido nos últimos anos. A última vez em que isso havia acontecido foi em 1997. Mas o gelo está de volta! Resultado: há uma febre de patins no ar... As lojas, que tinham deixado de vender patins, esgotaram rapidamente os poucos stocks existentes. Os maiores fabricantes, Viking e Zandstra estão obrigados a fazer horas extraordinárias... Toda uma geração cresceu sem poder patinar em gelo natural. Até agora!

www.radionetherlands.nl/news/zijlijn/6108887/Not-enough-ice-skates
www.radionetherlands.nl/news/zijlijn/6113136/Real-iceskating-begins

sábado, 27 de Dezembro de 2008

Frio e Gripe no Telejornal

O início do Telejornal de hoje é um excelente exemplo do tempo que faz! A abrir, nove minutos de neve. Estradas cortadas, serra da Estrela fechada para os turistas, com o maior nevão da última década! A melhor parte foi o repórter a lutar contra a neve e o frio!

A seguir, onze minutos do surto de gripe. Pessoas a entupir os hospitais, com o Hospital de Amadora-Sintra com tempos de espera que excederam as 24 horas! E o pico da gripe ainda não chegou!

Será isto o Aquecimento Global prometido pelo Al Gore?

http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=379678&tema=27
http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?article=379652&visual=26

Barack Obama na Idade Média

Acontece a todos. Mas quando acontece ao futuro presidente dos Estados Unidos, é notícia! Na ilha de Oahu, no Hawaii, Barack Obama passava férias, quando ao final da tarde ficou sem energia eléctrica. Deve ter ficado com uma ideia do que pode acontecer no futuro, quando as suas ideias energéticas forem implementadas...

Mas a melhor parte é lhe terem levado uns quantos geradores. Funcionariam a quê? Eólica? Solar? Nuclear? Gasóleo, será? Bem, pelo menos, não teve que acender umas velinhas...

www.google.com/hostednews/ap/article/ALeqM5isOFwdbq0tsqatW6vJpkDRTI1gMgD95B9TC80

Al Gore salva o Natal em Toronto

Já aqui nos referimos anteriormente como a Mãe Natureza não gosta do Al Gore. Sempre que ele aparece, Ela encarrega-se de fazer das suas. Steve McIntyre, do blog Climate Audit, relata a história interessante de Toronto, no Canadá. Em 2006, Toronto recebeu a queda mínima de neve anual, de há um século. O que fez o Al Gore? Visitou a cidade de Toronto três vezes em 2007, para espalhar a sua mensagem da desgraça...

Em 2008, a Mãe Natureza encarregou-se de devolver a neve a esta cidade perdida. E devolveu em doses industriais! Com ainda alguns dias para acabar 2008, a queda de neve este ano já é a maior quantidade acumulada num ano, desde 1883!

www.climateaudit.org/?p=4718

quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

Central Solar da Amareleja

Foi anunciado a entrada em funcionamento, em pleno, da segunda maior central solar do mundo, na nossa Amareleja, concelho de Moura. Sem pompa nem circunstância? Sempre me cheirou a marosca, pelo que decidi investigar.

A central custou apenas 240 milhões de euros, sendo propriedade da Acciona, líder no mercado espanhol. Tem uma capacidade total instalada de 46.41MW, ocupa 250 hectares, e vai produzir por ano 93GWh. No processo vai poupar 86 mil toneladas de gases de efeito de estufa.

Mas ninguém investe 240 milhões sem esperar um retorno. Saber quanto é pago pela energia é que é mais difícil, sendo aparentemente um segredo guardado a sete chaves. O Decreto-Lei 33-A/2005 regula aparentemente a matéria, mas a sua leitura não é fácil. Para um valor mais concreto, a pesquisa nos sites da Câmara de Moura e da EDP revela um valor de 0.317€/kWh.

Ora, a 0.317€/kWh, 93GWh corresponde a 29.5 milhões de euros. Investimento pago em pouco mais de 8 anos, embora houvesse por um lado que efectuar contas a interesses de capital, e por outro a valorização do preço pago por kWh. E nem penso nos subsídios que terão sido atribuídos! Assim, cada tonelada de gases de efeito de estufa sai a 343 euros. Dito ainda de outra forma, cada kWh produzido em Amareleja é pago a três vezes mais o preço que o consumidor normal paga. E de empregos, quase nada ficou!

Conclusão final: Quanto mais o Sol brilhar na Amareleja, mais pobre ficam os portugueses!

www.pvresources.com/en/top50pv.php
http://ecosfera.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1354052
www.dre.pt/pdf1sdip/2005/02/033A01/00020009.PDF
www.cm-moura.pt/Ass_Acta3_Abr05.doc
http://www2.epia.org/08Events/Portugal2007/documents/PT2007_070531_1115_01_Pedro_Paes.pdf

Mortes do frio

Os tretas do Aquecimento Global, especialmente o Al Gore, gostam de nos recordar que o calor faz mortes. É tão triste utilizar esse argumento, que o dito Al Gore utilizou de forma ignóbil em "A Verdade Inconveniente", no que a Portugal sobretudo diz respeito.

Para esses tristes, fica uma pequena amostra de notícias, recolhidas em apenas 5 minutos, que relatam a verdade crua das mortes pelo frio. Paz às suas almas!

www.twincities.com/allheadlines/ci_11294834
www.earthtimes.org/articles/show/243788,sixth-homeless-person-dies-of-cold-in-paris-area.html
www.herald-dispatch.com/news/x95149710/Death-may-be-from-hypothermia-as-wind-chill-was-below-zero
http://news.infoshop.org/article.php?story=2008122218275167
www.kentucky.com/211/story/634829.html
www.walb.com/Global/story.asp?S=9566991&nav=menu37_2
www.wjla.com/news/stories/1208/579863.html
www.oem.com.mx/elsoldecordoba/notas/n980029.htm
www.kval.com/news/local/36547034.html

Electricidade Prius

Quando um Toyota Prius não serve para nada, isto é, para conduzir, pode ser utilizado como gerador eléctrico. Num mundo do aquecimento global, tem caído uns valentes nevões para os lados dos Estados Unidos. Na falta de energia da rede, John Sweeney, de Harvard, ligou o seu Prius e com um inversor ligou-o ao seu frigorífico, televisão, e várias luzes, pelo período de três dias. Consumo? Quase 20 litros! O artigo não menciona contudo a quantidade de CO2 emitida. Pressupõe-se que o Sweeney irá plantar umas árvores...

http://greeninc.blogs.nytimes.com/2008/12/23/prius-its-not-just-a-car-its-an-emergency-generator/#more-777

Nuclear para Gaia

O Luís Filipe Às Vezes, mostrou-se hoje no JN um adepto de "avanço resoluto" para o nuclear. Contra os árabes, Chávez, russos e americanos, marchar, marchar! Este autarca de Gaia, que considera o nuclear uma energia alternativa, é citado pelo JN, como citando James Lovelock, e sendo a favor da "adopção abrupta da energia nuclear por ser a única forma de romper o ciclo infernal de produção de monóxido de carbono em que se baseia a economia moderna." Monóxido de carbono???

Como se isso não fosse suficiente, o presidente da Câmara de Gaia defendeu que em Portugal "já se está à mercê de um acidente nuclear porque Espanha tem centrais nucleares e, se isso acontecer, Portugal não fica imune". E acrescenta: "Os riscos já estão aqui".

Ora, se assim é, construa-se a maldita central em Gaia. Em frente à casa dele!

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Interior.aspx?content_id=1062814

domingo, 21 de Dezembro de 2008

Al Gore à rasca!

O Al Gore anda preocupado. Apesar do elenco de Obama incluir nomes seus amiguinhos, como os de Carol Browner, Steven Chu e Lisa Jackson, ele transcreve este fim de semana a sua preocupação:

"... we must recognize that there is still a very difficult challenge awaiting us before we can pass new laws that truly solve the climate crisis. Public support for doing the right thing is more crucial now than it ever has been."

Será dos fortes nevões que atingem os Estados Unidos? Será da má ciência que ele andou a alimentar? Ou será dos contribuintes furiosos, que mais cedo ou mais tarde perceberão que não se pode confiar nesta gente?

Já agora, o nosso Humberto Rosa faria bem em ler este texto do tretas Al, e ver que a sua segunda razão é falsa!

http://blog.algore.com/2008/12/barack_obamas_team.html

Da crise climática à crise económica

No Expresso de ontem, num artigo de opinião, o Secretário de Estado, Humberto Rosa, tem a arrogância de afirmar que as alterações climáticas subiram ao topo da agenda política internacional por três razões:

1º, porque são reais e cientificamente comprovadas;
2º, porque são reconhecidas pela opinião pública;
3º, porque se demonstrou o sentido económico de as combater.

Todas as três razões são altamente discutíveis. No primeiro caso, alterações climáticas sempre as houve ao longo da história, e os Vikings da Gronelândia que o digam, por exemplo. A opinião pública reconhece igualmente a incompetência governamental, e em particular a do Ministério do Ambiente em Portugal, por exemplo. Quanto ao sentido económico, todos sabemos em que dão os subsídios fáceis...

Barco a sol

Há barcos à vela, a carvão, nucleares, e sei lá mais o quê. E agora supostamente há barcos a Sol. O Auriga Leader, do Japão, é um navio capaz de transportar 6400 automóveis, para a Toyota, mas que tem 328 paineis solares. Estes custaram a módica quantida de 150 milhões de ienes (1.2 milhões de euros)! E o que é que isso representa para o barco? O sistema pode produzir 40 kilowatts, os quais cobrem apenas 0.2% das necessidades totais do navio...

http://news.yahoo.com/s/afp/20081219/wl_asia_afp/japanenergysolarenvironmentshipping

sábado, 20 de Dezembro de 2008

O Pai Natal está perdido!

Depois da Quercus ter feito um video asqueroso sobre o Aquecimento Global, a GreenPeace fez um com uma mensagem natalícia. Nem o Pai Natal se safa no meio desta aldrabice.

Valha-nos que as crianças crescidas não acreditam no Pai Natal. E portanto acreditam que a mensagem do filme é uma treta. E os mais pequenos, que acreditam no Pai Natal, felizmente não percebem a mensagem. Para os adultos é verdadeiramente repugnante!

quinta-feira, 18 de Dezembro de 2008

Preço do petróleo

Os ecologistas estavam radiantes há 6 meses atrás. Tudo ia bem no seu reino, e com o preço do petróleo a subir, todos estavamos certamente destinados a andar de bicicleta. Seis meses passados, o petróleo está hoje a 36 dólares. Certamente devem estar imensamente infelizes...

Entretanto, há quem tenha mais felicidade. Isabel dos Santos, filha do presidente de Angola, comprou 9,69% do BPI, num total de quase 164 milhões de euros. Donde virá esse dinheiro? Fácil fazer as contas: Angola produz 1.9 milhões de petróleo por dia. Vendidos a 140 dólares no Verão dá um total de pouco mais de 260 milhões de dólares por dia. Convertido para euros quanto dá? 10% do BPI, mais coisa menos coisa, um dia de petróleo de Angola, e ainda sobra muito dinheiro!

http://finance.yahoo.com/news/Oil-drops-to-36-as-demand-rb-13870828.html
http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?article=368201&visual=26&rss=0
www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS&id=345958

quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008

Salvem o planeta

Sem mais palavras:

Ecochatos de Poznan

Andam todos desesperados! Agora em Poznan, começou a estalar o verniz! E nada como confirmar o que pensa o ecochato do Al Gore sobre a reunião:

"Temos de nos concentrar na crise, em vez de passarmos demasiado tempo com OJ Simpson, Paris Hilton ou Anna Nicole Smith."

Com o primeiro na cadeia, e a última já falecida, não é certamente a Paris Hilton que o vai salvar...

http://diario.iol.pt/ambiente/al-gore-ambiente/1023241-4070.html
http://www.eonline.com/uberblog/marc_malkin/b59550_britney_paris_are_inconvenient_truths.html

sábado, 13 de Dezembro de 2008

Verdades Inconvenientes sobre carros eléctricos

Um artigo do Financial Times levanta o véu sobre um estudo encomendado pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy, a um dos maiores especialistas energético de França, Jean Syrota. O estudo deveria analisar todas as opções para a construção de carros até 2030, mais eficientes e mais verdes. O relatório de 129 páginas está pronto desde Setembro, mas enfiado numa gaveta qualquer. Alguns excerptos, para quem já o leu, explicam o facto de permanecer na gaveta:

- Não há muito futuro para os carros eléctricos.
- Motores de combustão tradicionais oferecem o cenário mais realista para o desenvolvimento de carros com menos emissões.
- As emissões de carbono poderiam ser cortadas em 30-40% simplesmente melhorando o desempenho e eficiência dos motores tradicionais e limitando a velocidade máxima.
- A tecnologia "stop and start" contribuiria com uma melhoria adicional de 10%, que poderia aumentar para 30% em cidade.
- A melhoria da electrónica, bem como o desenvolvimento de pneus mais eficientes, também contribuiriam para a diminuição do consumo e da poluição.

Num país da Renault, que anda a promover os carros eléctricos, esta é deveras uma verdade inconveniente!

www.ft.com/cms/s/0/37f1f624-c7b0-11dd-b611-000077b07658.html

Gelo desaparecido

Mais uma vez, a atenção de pessoas comuns permite detectar a origem antropogénica do aquecimento global. Não é que Anthony Watts seja uma pessoa comum, mas tem a tendência para ir guardando dados ao longo do tempo. E nesse processo descobriu que desapareceram 500000Km2 de gelo do Árctico dum instante para o outro. Para se ter uma ideia, é o equivalente a 5 vezes a área de Portugal.

Os artistas foram desta vez noruegueses, o NANSEN, que publica dados sobre a extensão do gelo Árctico. Mal a evolução tocou na média de 1979 a 2007, foi alvo de uma redução acentuada. O blog wattsupwiththat.com tem uma imagem animada, com o gráfico que se observa aqui ao lado (é necessário clicar para observar a animação), onde é perfeitamente visível o deslocamento para baixo.

Curiosamente, NANSEN rima com Hansen...

http://wattsupwiththat.com/2008/12/13/something-is-rotten-in-norway-500000-sq-km-of-sea-ice-disappears-overnight/

Heróis do Processo Científico

A leitura do Blasfemias chamou-me a atenção para um artigo de opinião de João Miranda, no DN de 6 de Dezembro. Elucidativo!

"Nos últimos anos, os ambientalistas mais radicais têm centrado a sua atenção nos cientistas que contestam as ideias dominantes sobre o aquecimento global. Chamam-lhes "negacionistas", por analogia com os neonazis que negam o Holocausto. Trata-se de um termo ofensivo que visa denegrir o cepticismo. Os cépticos são os heróis do processo científico. Apesar dos custos pessoais e profissionais, asseguram o processo de refutação sem o qual não existe actividade científica."

http://dn.sapo.pt/2008/12/06/opiniao/consenso_ciencia.html

Vaivém das alterações climáticas


Quais autênticas naves espaciais, os media na última centena de anos, tem carregado as notícias das alterações climáticas. E no aspecto particular das temperaturas, ora vai para cima, ora vem para baixo. O documento do link abaixo evidencia os disparates que tem vindo a lume no último século, das quais destaco algumas, com referências às datas, porque muitos têm memória curta:

Los Angeles Times, 1923-06-28: "The possibility of another Ice Age already having started… is admitted by men of first rank in the scientific world, men specially qualified to speak."
Time Magazine, 1923-09-10: "The discoveries of changes in the sun’s heat and the southward advance of glaciers in recent years have given rise to conjectures of the possible advent of a new ice age."
Time Magazine, 1939-01-02: "Gaffers who claim that winters were harder when they were boys are quite right... weather men have no doubt that the world at least for the time being is growing warmer."
New York Times, 1969-02-20: "The Arctic pack ice is thinning and that the ocean at the North Pole may become an open sea within a decade or two."
Science News, 1975-03-01: "The cooling since 1940 has been large enough and consistent enough that it will not soon be reversed, and we are unlikely to quickly regain the “very extraordinary period of warmth” that preceded it."
New York Times, 1975-05-21: "Scientists Ponder Why World’s Climate is Changing; A Major Cooling Widely Considered to Be Inevitable"

www.businessandmedia.org/specialreports/2006/fireandice/FireandIce.pdf

sexta-feira, 12 de Dezembro de 2008

Conflito de interesses

Então, não é que um dos apoiantes e financiadores do "Plane Stupid" tem interesses directos nos aeroportos??? O milionário Mark Constantine, o dono da Lush Cosmetics, tem uma série de lojas em aeroportos. E ao mesmo tempo financia activistas anti-aviação, como os que invadiram Stansted.

Será que o interesse dele é os passageiros ficarem em terra, e assim engordar a sua carteira? Já tomei nota da loja. Se a encontrar no futuro, vai ser bonito!

www.mailonsunday.co.uk/news/article-1094074/Millionaire-Stansted-climate-change-protest-owns-shops-AIRPORTS-world.html

Frio de Rachar!

Enquanto o nosso Instituto da Meteorologia chega a meados do mês e disponibiliza publicamente apenas a conta-gotas os dados de Novembro, valha-nos a análise do lado espanhol... Não há como enganar: foi um mês com frio de rachar! Ficam aqui algumas referências:

- O valor médio de Novembro foi o sexto mais baixo dos últimos 48 anos! Mesmo assim, os 9.1ºC ainda ficaram longe dos 8.1ºC de 1966...
- Toda a zona que envolve Portugal foi considerada como Muito Fria, situando-se acima dos 80% dos anos mais frios do período 1971-2000.
- Entre os días 29 e 30 foram estabelecidos novos registos mínimos da máxima diária em pontos muito variados de Espanha, nomeadamente na Galiza, a norte de Portugal.

O nosso IM, provavelmente ainda entretido com Poznan, apenas apresenta uma notazinha a dizer que aqui, no nosso jardim à beira-mar plantado, que o valor médio da temperatura mínima, 4,7ºC, é o 3º valor mais baixo desde 1931... Muita gente está a engolir em seco!

www.aemet.es/documentos/es/elclima/datos_climat/resumenes_climat/mensuales/2008/res_mens_clim_2008_11.pdf

quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

Projécteis Eólicos

Notícias recentes de Inglaterra dão conta como uma aldeia foi invadida por fragmentos de gelo projectados por moinhos de vento modernos. Por sorte, ninguém foi atingido, mas projécteis voadores de um metro de dimensão assustaram a valer!

Mas como os alarmistas e ecologistas da treta secundarizam estes eventos, e propelam a importância dos estudos científicos, não há senão que lhes mencionar esses mesmos estudos. O documento referenciado abaixo é impressionante naquilo que relata, nomeadamente no que pode acontecer na vizinhança de uma turbina eólica!

http://greeninc.blogs.nytimes.com/2008/12/09/ice-tossing-turbines-myth-or-hazard/
www.ewec2007proceedings.info/allfiles2/272_Ewec2007fullpaper.pdf
www.ecowise.co.uk/news/225-honestly.html

terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

Uma imagem vale por mil palavras

Um exemplo de má utilização da energia solar, enviado por um leitor atento, permite evidenciar como são muitos os maus exemplos que por aí grassam no aproveitamento das energias alternativas. Não interessa se é o painel solar da direita ou o da esquerda! Pelo menos um deles de certeza que não exibe rendimento.

Coitado do dono que construiu, ou comprou, um telhado mal orientado... E do oportuno vendedor de banha da cobra, que deve ter acenado com uns descontos no IRS. O primeiro deve pensar que a força do Sol é fraquinha. E o segundo já deve ter instalado mais uns quantos, sem olhar para onde está virado! E o instalador de paineis solares termicos? Esse precisa do ordenado ao fim do mês...

Será que a ASAE não podia intervir?

segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

Apostas no frio

Em Inglaterra é possível apostar em tudo. Nomeadamente no tempo que faz. Recentemente, as casas de apostas cortaram nos prémios decorrentes das apostas no frio, a significar que as probabilidades de tais eventos ocorrerem subiram bastante. Alguns bons exemplos são referenciados abaixo:

Temperatura mais baixa em Inglaterra este ano: 20/1 para 16/1
Temperatura mais baixa na Escócia este ano: 20/1 para 18/1
Congelamento Tamisa: 100/1 para 66/1
Natal com neve em Edimburgo: 2/1

www.casinobeacon.co.uk/news-articles/news/2008-12/freeze-071208.htm
www.williamhillmedia.com/index_template.asp?file=11339

sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008

Descida dos níveis do mar

Depois de desaparecidos em combate durante quase um semestre, regressaram os valores relativamente ao nível dos mares obtidos a partir de satélite. Não surpreendentemente, os valores destes últimos meses mantém a tendência dos últimos três anos, revelando uma ligeiríssima tendência de descida.

Os valores, que revelam uma tendência de pico nos finais de cada ano, não deverão superar os obtidos no final de 2005. Desde então, nunca mais se verificaram níveis tão elevados como no final de 2005, e a média móvel revela uma tendência de descida de alguns milímetros nestes três anos!

Embora não se possa ainda falar de uma inversão clara de tendência, a verdade é que esta evolução está em linha com a descida de temperaturas dos últimos anos. Mas em que ficamos, com o crescimento contínuo, e até acelerado do CO2?

http://sealevel.colorado.edu/

quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008

Estado de coisas na Organização Meteorológica Mundial

Na semana em que começou a conferência das Nações Unidas, em Poznan, sobre as Mudanças Climáticas, saiu um relatório interno das Nações Unidas, sobre uma auditoria à WMO (Organização Meteorológica Mundial). O relatório, disponível no link abaixo, que tem as particularidades de representar a própria visão das suas centenas de funcionários, tem algumas conclusões bombásticas:

-Almost one third of respondents thought that the WMO objectives and expected results were not clearly communicated, although this was felt more strongly by the General Service category (49%).
-The Inspector is of the view that WMO should assess the effectiveness of meetings and seek ways to reduce expenditure on meetings, releasing resources for programming, particulary for capacity development under the technical cooperation programme.
-During his interviews with WMO staff, the Inspector heard frequent complaints about the Integrated Resource Management/Oracle system, particularly that it was time consuming, created confusion and was not user-friendly.
-There was clear resistance to using the system to the extent that established procedures might be overridden, posing internal control risks.
-In recent months, have you seen conduct that you thought violated WMO's Code of Ethics? Yes: 30.2%

Este relatório segue-se à descoberta há uns anos de corrupção e fraude nas eleições de 2003 na WMO. Com uma instituição preocupada mais nos passeios (quantos estarão em Poznan?), sem objectivos comunicados, e com recursos a não serem utilizados de forma eficiente, ou mesmo em sentido contrário às orientações definidas, como podemos confiar neles e nos seus resultados?

www.foxnews.com/story/0,2933,461649,00.html
www.iht.com/articles/ap/2007/01/26/news/UN-GEN-UN-Weather-Agency-Corruption.php

terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

A confusão de Veneza

O Mitos Climáticos chamou-me a atenção para uma parte do editorial do DN de hoje:

"Pelo menos que esta acqua alta sirva de alerta para aqueles que insistem em dizer que as alterações climáticas são um mito."

É uma tristeza que os jornalistas não conheçam a história de Veneza, e como ela não tem nada a ver com as alterações climáticas. Veneza sempre teve problemas com o nível das águas, desde há séculos, sendo que a maior inundação recente ocorreu em 1966, com uma subida de 1.94 metros. O problema diminuiu bastante desde então, aquando da proibição de furos artesianos. A combinação deste fim de semana resulta de ventos fortes de sul, que empurraram o Adriático, bem como chuvas fortes no Norte de Itália, e que causaram uma subida de 1.56 metros.

http://dn.sapo.pt/2008/12/02/editorial/index.html

Encalhado


Ele há formas de entender como o Aquecimento Global está a morrer... O quebra-gelos chinês, Xuelong, ficou encalhado na Antárctida por gelo espesso, na sua 25ª expedição. O que impressiona é que no hemisfério sul estamos a chegar ao Verão! Mesmo assim, o objectivo de re-abastecer a estação chinesa de alimentos e material necessário foi conseguido à custa de helicóptero...

http://news.xinhuanet.com/english/2008-11/27/content_10418323.htm

segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

Nemátodo do Pinheiro

Para o Governo, e especialmente para a nulidade do Ministro da Agricultura, Jaime Silva, tudo vai bem... Mas a verdade inconveniente é que a luta na erradicação do nemátodo do pinheiro em Portugal está perdida.

No seminário sobre "Nemátodo da Madeira do Pinheiro – Que futuro para a floresta de pinho em Portugal", que decorreu na passada semana em Coimbra, foi afirmado que na região Centro estão afectados centenas de milhares de pinheiros, em mais de cem mil hectares!

www.acabra.net/artigo.php?id_artigo=3983

Agenda Verde

No dia em que abriu a cimeira da ONU sobre clima em Poznan na Polónia, interessa relembrar a agenda verde. As citações abaixo revelam o pensamento dos ecologistas da treta, e como pouco lhes interessa o bem para o planeta, mas sim uma agenda negra escondida.

Paul Watson, co-fundador da Greenpeace:
It doesn't matter what is true, it only matters what people believe is true.

Stephen Schneider, autor principal de muitos relatórios do IPCC:
So we have to offer up scary scenarios, make simplified, dramatic statements and make little mention of any doubts...

John Houghton, primeiro líder do IPCC
Unless we announce disasters no one will listen.

Ted Turner, fundador da CNN:
A total population of 250-300 million people, a 95% decline from present levels, would be ideal.

www.green-agenda.com